Defesa Civil de Jaraguá do Sul mantém alerta para deslizamento

Técnicos da Secretaria de Defesa Civil da Prefeitura de Jaraguá do Sul permanecem monitorando áreas de risco próximas a encostas de morros. Segundo o diretor da pasta, Maicon Leandro da Costa, o perigo maior com esta chuva contínua é justamento deslizamento de terra em área encostas. “Principalmente porque o solo fica muito encharcado propiciando o escorregamento de terra em algumas áreas da cidade”, destacou o diretor.

Maicon acrescenta que hoje o municipio tem mapeado mais de 20 áreas de risco distribuídas em localidades como Vila Machado, Jaraguazinho, Loteamento Hanemann, Morro do Lesmann, Águas Claras, Amizade, Santa Luzia, Morro da Boa Vista entre outras. O monitoramento destes locais permanece constante já que a previsão do tempo aponta que chuva persite até o final da próxima semana.

Devido ao mau tempo, Estrada do Manso e trecho do Jaraguazinho, próximo ao limite com Rio dos Cedros, permanecem com trânsito interditado devido a queda de barreiras. Segundo a própria Secretaria de Obras e Serviços Públicos da Prefeitura, o terreno úmido e o risco de novos deslizamentos obriga equipes e máquinas aguardarem a melhora do clima para poder iniciar o trabalho de desobstrução dos trechos afetados.

Como agir – No site da Defesa Civil de Jaraguá do Sul (www.jaraguadosul.sc.gov.br/defesacivil) há dicas de como agir em situações de risco. Um delas ensina a identificar sinais que antecedem o deslizamento de terra. Uma delas orienta o morador ou moradora observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas, inclinação de tronco de árvores, de postes e o surgimento de minas d’água. Neste caso avise imediatamente a Defesa Civil pelo serviço 199.

 

Emerson Gonçalves de Almeida

Pin It