Acidente envolvendo ônibus deixa vários feridos e cinco mortos na BR-280, em Corupá

Mais um trágico acidente envolvendo ônibus ocorre em Santa Catarina, dessa vez, foi em Corupá, no Km 92,5, da BR-280.

É o terceiro com várias vítimas somente em 2015, já que em março ocorreu um dos mais graves da história na Serra Dona Francisca, em Joinville, que causou 50 mortes. Em 09 de janeiro um acidente na BR-282, em Alfredo Wagner, onde 9 pessoas morreram.

O acidente que ocorreu na manhã deste domingo (22), em Corupá, aconteceu por volta das 8:30 h, e segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi uma colisão frontal envolvendo um ônibus com placas de Sombrio que vinha de Foz do Iguaçú (PR) e um VW Cross Fox, com placas de Guaramirim.

No ônibus haviam 34 passageiros, e dois motoristas, o condutor do ônibus no momento do acidente foi identificado como Luíz Moura, de 50 anos, que sofreu ferimentos graves. O outro motorista estava descansando no momento da colisão. Ele é Fábio Tavares, que tem 38 anos e disse que acordou no susto. “Eu sinto muito pelas perdas dessas vidas e por não conseguir fazer algo para reverter a situação.” disse Tavares.

“Eu dirigi até por volta das quatro e meia da madrugada e depois fui dormir, e acabei acordando com o impacto, não tenho noção de como aconteceu o acidente, acordei sendo jogado e com o barulho do acidente” relatou o motorista.“Escolhemos essa rota por ser mais tranquila, e se nossa viagem não tivesse sido interrompida, por volta de meio-dia estaríamos em casa.” completou.

Segundo o Major Diogo Bahia Losso, comandante do Helicóptero Arcanjo, de Blumenau, uma das aeronaves que prestou atendimento no local relatou que no total 21 pessoas precisaram ser encaminhadas para hospitais de toda a região. A única vítima atendida pelo Arcanjo foi conduzida ao Hospital São José, de Jaraguá do Sul, com suspeita de traumatismo craniano e fraturas pelo corpo.

Todos os ocupantes do Cross Fox morreram na hora. Eram pai, mãe e dois filhos. O motorista foi identificado como Gilberto da Silva Fogaça, de 43 anos. A esposa do motorista era Lucineia de Camargo Caporello, de 40 anos, e dois de seus três filhos Douglas Júnior Caporello Fogaça, de 21 anos e uma recém-nascida, de apenas 29 dias, Eduarda Caporello Fogaça.

O filho mais velho do casal, de 23 anos, não estava no veículo.

Além do Helicóptero Arcanjo, de Blumenau, o helicóptero Águia da Polícia Militar, de Joinville, Bombeiros Militares e Bombeiros Voluntários de Corupá, além do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) participaram do atendimento e encaminhamento das vítimas à hospitais de Corupá, Mafra, São Bento do Sul, Joinville e Jaraguá do Sul. A relação com os nomes das vítimas que eram passageiros do ônibus não foi divulgada até o início da noite deste domingo.

Segundo informações preliminares repassadas pela PRF, o ônibus invadiu a pista contrária por provável falha mecânica nos freios causando a colisão frontal e depois caiu numa ribanceira com cerca de 40 metros de altura, mas ainda haverá investigação, até mesmo para verificar se o trajeto utilizado na viagem estava adequado.

O carro foi arrastado pelo ônibus por cerca de 100 metros, e também chegou a cair no barranco. A rodovia ficou totalmente interditada até ás 15:30 h.

12291112_1100208733325121_2473353182868526884_o BR280 ONIBUS 02 BR280 FOX 01 12247150_1100208703325124_1716141404682412923_n 11057745_1100208729991788_2323748737996495671_o

Fotos: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

Pin It