Servidores municipais de Jaraguá do Sul entram em greve

Os funcionários da prefeitura de Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, entraram em greve nesta segunda-feira (6) contra um pacote de medidas proposto pela administração municipal que prevê corte de benefícios dos trabalhadores.

Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaraguá do Sul e região (Sinsep), cerca de mil pessoas estavam em frente ao prédio da prefeitura, no bairro Rio Molha, às 8h com faixas e cartazes anunciando a greve e pedindo respeito aos direitos trabalhistas.

“Este pacote quer a diminuição dos triênios, hoje de 6%, para 3%. Além disso, prevê a diminuição do vale-refeição. Para quem ganha de R$ 2,5 mil a R$ 4 mil, quer baixar para 60% e para quem recebe acima de R$ 4 mil, não quer pagar mais”, explicou o presidente do Sinsep, Luiz Cezar Schorner.

Conforme o líder sindical, o pacote da administração pretende congelar a carreira dos funcionários. ” Ele [o pacote] propõe o fim da promoção por tempo de serviço. Além disso, já aprovaram o corte do adicional de aperfeiçoamento para professores, que dava 10% de aumento a cada 800 horas de formação”, complementou.

Nesta manhã, os participantes da greve fazem uma manifestação diante da prefeitura e às 14h uma reunião do conselho do sindicato decide os rumos do movimento.

Segundo o Sinsep, a prefeitura de Jaraguá do Sul tem quatro mil servidores ativos. Até a publicação desta notícia, a entidade não dispunha de um balanço da adesão dos funcionários à paralisação.

G1SC

Pin It