Segurança de Santa Catarina ganha reforço de 356 novos policiais civis

Santa Catarina passa a contar com 356 novos policiais civis. São 58 delegados e 298 agentes de polícia. O governador Raimundo Colombo e o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, participaram nesta quinta-feira, 17, em Florianópolis, da formatura dos novos policiais. “Eles vêm para reforçar o efetivo e garantir mais segurança. As demandas aumentaram e há necessidade de uma resposta como essa, com a contratação de policiais, que, agora treinados e habilitados, estão prontos para prestar serviço à população. É uma missão nobre, essencial e indispensável”, disse Colombo.


Fotos: James Tavares/Secom

>>> Galeria de fotos

O grupo iniciou a formação em 1º de julho e, por quatro meses, passou por treinamentos teóricos e práticos na Academia da Polícia Civil (Acadepol), em Canasvieiras. O secretário César Augusto Grubba informou que o processo de recomposição do efetivo vem recebendo respaldo do governo. Nestes seis anos de gestão, a área de Segurança Pública recebeu o acréscimo de 6.529 mil servidores distribuídos entre as instituições que compõem o sistema de Segurança Pública. Na Polícia Civil, foram nomeados cerca de 1,1 mil novos profissionais entre delegados, escrivães, psicólogos e agentes.

“Hoje é um dia de alegria e especial para a Polícia Civil e a sociedade. Vemos aqui uma nova geração de policiais transpirando talento, vontade e competência. Pessoas preparadas para fazer a diferença. É um reforço significativo, que vai aumentar e muito as investigações e resolutividade dos inquéritos policiais. Em Santa Catarina, 14 comarcas não tinham delegados titulares, e agora terão. É um grande ganho”, destacou Grubba.

“Parabenizo todos os formandos por fazerem profissão o grande desafio do mundo moderno, que é a Segurança Pública. Não sejam apenas números, sejam diferentes, a profissão exige isso. Sejam proativos, trabalhem e investiguem com isenção. Lutem por uma sociedade mais humana, justa e fraterna. Ganha a Polícia Civil e a sociedade catarinense com a chegada de vocês”, ressaltou o delegado-geral da Polícia Civil, Artur Nitz.

O secretário Grubba também destacou que a Polícia Militar de Santa Catarina está concluindo o processo do curso de formação de soldados. Serão mais 691 novos policiais militares que vão integrar a Segurança Pública do Estado. A formatura destes profissionais está prevista para o mês de dezembro.

As vagas

Para a distribuição dos policiais, foram utilizados critérios técnicos baseados na quantidade de procedimentos policiais das delegacias pertencentes à Diretoria de Polícia de Fronteira (Difron), Diretoria de Polícia do Interior (DPOI) e Diretoria de Polícia do Litoral (DPOL). A região que mais receberá policiais é a de Joinville, onde haverá um acréscimo de 35 profissionais, contando remanejamentos internos. Como resultado de processos seletivos e remanejamentos, a Diretoria Estadual de Investigação Criminal (Deic) também receberá oito agentes, enquanto o Serviço Aeropolicial (Saer) receberá seis.

Ao todo, foram liberadas 404 vagas para agentes de polícia nas duas turmas que se formarão – a primeira delas, nesta quinta-feira, 17, a segunda em janeiro de 2017. Desta distribuição, 298 agentes já estarão disponíveis a partir do dia 2 de dezembro, 15 dias depois da formatura.

“Ainda faltam concluir o curso os policiais que começaram a formação depois de julho. Isso ocorreu porque parte dos nomeados na primeira lista não se apresentou, abrindo vaga para os suplentes”, explicou o diretor da Acadepol, delegado Vitor Bianco Junior.

Os 58 delegados de polícia que completarão os 358 formados pela Acadepol vão compor o efetivo de São José, Joinville, Blumenau, Itajaí, Tubarão, Criciúma, Rio do Sul, Lages, Mafra, Caçador, Joaçaba, Chapecó, São Miguel do Oeste, Concórdia, Jaraguá do Sul, Xanxerê, Brusque, Laguna, Araranguá, São Bento do Sul, Canoinhas, Curitibanos, Videira, Campos Novos, São Joaquim, Balneário Camboriú e Palhoça. Deic, Saer Criciúma, Acadepol, Corregedoria e Florianópolis também receberão delegados provenientes de remanejamentos internos.

Os formandos

O novo agente de polícia Bruno Ricardo Machado é de Florianópolis, mas vai trabalhar em Araranguá, no Sul do Estado. Ele relatou que ingressar na carreira de policial representa vitória e superação. “Tenho a expectativa de fazer o melhor trabalho em prol da população catarinense”, afirmou.

A agente de polícia Amanda Luz, de Itapema, que assume o cargo em Camboriú, disse que ingressar neste trabalho é um sonho realizado e tem muita expectativa. “É um sentimento de poder trabalhar e contribuir. Um serviço que tem um propósito, que vai auxiliar a comunidade, vai trazer orgulho para meus filhos, que agora terão o pai e a mãe policiais. Saber que não é um simples trabalho, é o ir e voltar para casa e saber que você fez algo a mais”, finalizou.

Distribuição dos policiais civis por Delegacia Regional de Polícia

DELEGADOS AGENTES
DEIC 1 Joinville 30
SAER Criciúma 2 Criciúma 25
ACADEPOL 1 Blumenau 25
Corregedoria 1 Chapecó 25
Florianópolis 2 Balneário Camboriú 22
São José 1 Itajaí 22
Joinville 5 Lages 20
Blumenau 4 Florianópolis 18
Itajaí 3 Jaraguá do Sul 15
Tubarão 2 Tubarão 13
Criciúma 3 Rio do Sul 13
Rio do Sul 1 São Miguel do Oeste 13
Lages 1 Araranguá 13
Mafra 2 Brusque 11
Caçador 1 Laguna 11
Joaçaba 2 Xanxerê 10
Chapecó 3 São José 10
São Miguel do Oeste 3 Caçador 10
Jaraguá do Sul 2 Videira 9
Xanxerê 2 Palhoça 9
Brusque 1 Concórdia 8
Laguna 2 São Joaquim 8
Araranguá 2 Mafra 7
São Bento do Sul 2 Joaçaba 7
Canoinhas 1 São Bento do Sul 7
Curitibanos 1 São Lourenço do Oeste 6
Videira 2 Ituporanga 5
Campos Novos 1 Curitibanos 5
São Joaquim 1 Campos Novos 5
Balneário Camboriú 2 Canoinhas 4
Palhoça 1 Porto União 4

Elisabety Borghelotti 

Pin It