Secretaria da Saúde promove ações de prevenção contra a Aids

A Secretaria da Saúde de Jaraguá do Sul promove de 1º a 15 de dezembro ações de prevenção e de diagnóstico precoce da doença, por meio de materiais informativos, reforço das orientações nas unidades de saúde e maior oferta de testes rápidos. As ações acontecem durante o ano todo, mas são intensificadas no período em que se lembra o Dia Mundial de Luta contra a Aids, 1º de dezembro.

A gerente de Vigilância Epidemiológica, Fabiane da Silva Ananias, revela que, em Jaraguá do Sul, aproximadamente 800 pessoas vivem com HIV/Aids e são acompanhadas pelo serviço de atendimento especializado da Secretaria da Saúde. “Hoje, já temos medicamentos para não deixar as pessoas adoecerem, desde que façam o diagnóstico precocemente. Por isso, é muito importante que toda pessoa que já teve relação sexual sem preservativo, procure uma unidade de saúde e se informe sobre o teste de HIV. O teste é gratuito, não necessita de nenhum encaminhamento médico e o sigilo é garantido”, destaca Fabiane. A forma mais eficaz de prevenção, de acordo com a gerente, é o uso do preservativo em todas as relações sexuais. E, em caso de dúvida, há o teste rápido, disponível em todas as unidades de saúde, que fica pronto em 30 minutos. Ele testa além do HIV, sífilis e hepatites virais. Pode também ser feito no Laboratório Municipal (fone 2106-8330) na Rua Jorge Czerniewicz, 800, bairro Czerniewicz.

Mais sobre Aids

A Aids continua a representar um grave problema de saúde pública mundial e um desafio para profissionais e gestores de saúde. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima em 35 milhões de pessoas vivendo com o HIV/Aids no mundo e pouco mais de duas milhões de novas infecções detectadas apenas em 2013 (última atualização disponível).

No cenário de Santa Catarina, os dados revelam uma realidade preocupante. São 34.547 casos de Aids acumulados de 1984 a dezembro de 2013 e uma taxa de incidência de 32,5 novos casos por 100 mil habitantes, segundo o Ministério da Saúde. Desta maneira, Santa Catarina é o terceiro estado em casos de HIV, perdendo apenas para Rio Grande do Sul e Amazonas.

Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul tem um acumulado de 68 casos novos até novembro de 2016. Destas 68 pessoas, 57% chegaram como portadoras saudáveis do vírus, 3% a mais que em 2015. Resultado da testagem rápida, gratuita e acessível que está disponível em todas as unidades de saúde do município desde 2015, o que reforça a importância de testar mais para descobrir o mais cedo possível. Em 2014 o percentual de portadores saudáveis do vírus foi de 42%. Em 2016, até o mês de novembro, já foram realizados 11 mil testes para HIV.

Clarissa Hammes Borba de Oliveira

Pin It