Liberado o tráfego na Rua Benildo Zamin

IMG_5494
O prefeito em exercício Udo Wagner fez questão de acompanhar de perto e até participar da retirada dos cones que impediam a passagem de veículos na Rua Benildo Zamin, no Bairro Centenário. Depois de um ano de espera – desde a abertura do viaduto em 3 de agosto de 2016 –, o Município de Jaraguá do Sul esperava a autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres para liberar o tráfego pela rua que faz a ligação entre os bairros Ilha da Figueira, Centenário e Vieira.
A rua é considerada uma importante via de ligação, facilitando, por exemplo, o acesso de Schroeder à rodovia SC 110 pelo Bairro Ilha da Figueira (Jaraguá do Sul) e Figueirinha (Guaramirim).
O prefeito em exercício não escondeu a emoção em ver resolvida mais uma novela provocada pela burocracia. “O grande dia chegou. Agora foi liberada rua”, comemorou, anunciando ainda que o Município fará o projeto de prolongamento da Rua Expedicionário Fidélis Stinghen até a Rua Germano Wagner, mantendo mais um acesso aos moradores do Centenário. “Felizmente, correu tudo bem. Estou feliz, mas, ao mesmo indignado com esta demora. A obra do viaduto demorou quatro anos para ser feita e levamos mais um ano para liberar a rua de acesso. A burocracia brasileira é algo extraordinário. Estamos fazendo um grande esforço para, pelo menos aqui em Jaraguá, diminuir esta burocracia”, finalizou.
O diretor de Trânsito e Transportes, Irio Riegel, acompanhou a liberação da Rua Benildo Zamin, e recomenda que os motoristas devem prestar muita atenção à sinalização do local. Trata-se de um ponto com passagem de nível, com árvores na faixa de domínio da Rumo e com visibilidade reduzida. Outro ponto de atenção deve ser no tráfego a partir do viaduto para o Bairro Centenário. “Os motoristas devem ficar atentos às composições da ALL. Se o trem estiver se deslocando, os motoristas devem cuidar para não fechar a rua lateral ao viaduto, que dá acesso ao Bairro Vieira ou o retorno para o Centro de Jaraguá do Sul pela Avenida Prefeito Waldemar Grubba”, explica. A Diretoria de Trânsito fará o monitoramento no local nos próximos dias para avaliar o fluxo e as condições do novo acesso.
Rogério Tallini
Pin It