Hospital e Maternidade Jaraguá inaugura a ampliação e duplica a capacidade de atendimento

hospital_e_maternidade_jaragua_20150129_1616736975

O governador Raimundo Colombo e o secretário da Saúde, João Paulo Kleinübing, participaram nesta quinta-feira, 29, em Jaraguá do Sul, da inauguração da ampliação do Hospital e Maternidade Jaraguá.  A instituição atendia, mensalmente, cerca de 20 mil pessoas. A nova estrutura dobra sua capacidade de atendimento à população.

A unidade que possuía 130 leitos de internação passa a contar com 250, um aumento de 120 novos leitos. Além disso, são mais 17 leitos do Hospital Dia, 20 de UTI adulto, sendo 10 destinadas a pacientes da ala coronariana e 10 gerais.

Também foi construído um novo Centro Cirúrgico com oito salas, duas delas equipadas para Telemedicina, e um novo setor de pronto-atendimento com referência no ramo cardiovascular e serviço de hemodinâmica. Com as ampliações, a instituição se torna referência na especialidade de cardiologia para toda a região Norte catarinense.

“A comunidade está de parabéns. Além dos novos leitos, há o avanço tecnológico com equipamentos modernos e de última geração, que vão permitir maior eficiência e ganho de qualidade. O Estado é parceiro, mas a comunidade de Jaraguá contribuiu de forma muito significativa. Por isso, queremos reconhecer, pois este é um exemplo para todos nós”, disse o governador.

O diretor do hospital, Jeferson Gomes, informou que a unidade está, a partir de agora, preparada para realizar cirurgias cardíacas e vasculares e possui um moderno setor de hermodinâmica, dedicado a diagnóstico e pequenas intervenções. A prestação dos serviços ocorrerá em breve, já que exige credenciamento específico.

“A unidade contava apenas com 13 vagas em nossa UTI Infantil. Hoje, temos UTI adulto e cardiológica, que é grande ganho para a comunidade. A estrutura é moderna, prima pelo conforto e coloca a instituição na categoria de um hospital de grande porte. Estamos nos equiparando aos principais expoentes da medicina nacional”, afirmou o diretor.

A construção possui sete andares, que começaram a ser construídos em 2008. No total, o empreendimento recebeu investimentos de R$ 60 milhões. O Estado teve a participação efetiva de R$ 16,6 milhões para ampliação do Hospital e deve chegar a cerca de R$ 20 milhões com o pagamento total do convênio firmado. O restante é resultado de doações de empresas, empresários e da comunidade em geral.

O secretário da Saúde salientou a qualidade da estrutura e a tecnologia empregada, além da ampliação dos serviços. Ele ainda reforçou a importância da mobilização da comunidade. “Esta é uma obra que nasceu com o apoio e participação da população. Isso mostra o que acreditar em uma ideia é capaz de fazer”, ressaltou Kleinübing.

O morador de Jaraguá do Sul, Rudimar Braga, estava orgulhoso: “Temos que aplaudir e agradecer o empenho de todos que contribuíram para que esta obra se tornasse realidade. Essa estrutura é motivo de orgulho para nossa comunidade. Aqui temos um atendimento humanizado, o que é fundamental pra todos”.

Após a visita ao hospital, Colombo marcou presença no Grande Concerto de Gala comemorativo aos 10 anos do Festival de Música de Santa Catarina (Femusc), também em Jaraguá do Sul.

Sobre o hospital

hospital_e_maternidade_jaragua_20150129_1435893088

A instituição, mantida desde o início pela Comunidade Evangélica Luterana de Jaraguá do Sul, esteve ao lado dos motoristas na década de 1930. Eles transportavam pessoas doentes em busca de assistência médica em cidades vizinhas e, com apoio da Comunidade Católica, batalharam para a construção do primeiro hospital na cidade. A construção da unidade aconteceu em 1966. Ao longo dos anos, surgiram grandes conquistas: ampliações da estrutura nos anos de 1976 e 1992, criação do primeiro Centro de Imagem da região, em 1994, inauguração da UTI Neonatal e Pediátrica, em 1999, título Amigo da Criança recebido pela Unicef, em 2001, e os prêmios Santé e Criança 2012.

Elisabety Borghelotti 

Pin It