Gottardi participa de reunião com prefeitos, autoridades e o ministro da Saúde

O prefeito de Corupá João Carlos Gottardi participou na manhã desta sexta-feira (27), da reunião dos prefeitos, gestores de saúde e autoridades do Estado com o ministro da Saúde Ricardo Barros. A reunião foi no auditório da Sede do Conselho Regional de Contabilidade, em Florianópolis. O encontro foi uma oportunidade para que gestores municipais e representantes de hospitais do Estado  expusessem as demandas e dificuldades enfrentadas pelos municípios na área da saúde.

DSCN0977

O secretário de Saúde de Corupá Irineu Pasold, acompanha a agenda que o ministro  cumpre nesta tarde em Jaraguá do Sul quando tem visita programada aos hospitais São José e Jaraguá.

O ministro Ricardo Barros abriu o encontro com os prefeitos, gestores e autoridades apresentando um balanço do Ministério da Saúde dos últimos 200 dias, desde de que o Michel Temer assumiu a presidência do País.Segundo Barros, neste período SC recebeu R$ 157 milhões, destes R$ 126 milhões por meio de emendas parlamentares e R$ 30 milhões para o custeio de serviços. Trinta e cinco municípios foram benecifiados.

O ministro destacou que entre as principais ações do Ministério da Saúde estão a eficientização e transparência das ações que começaram pelo levantamento sobre como está o Sistema Único de Saúde (SUS). Barros chamou os prefeitos para que informatizem seus sistemas das Secretarias municipais de saúde e para que assim possam ser aplicados os controles de todos os procedimentos realizados via sistema que vão das equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) ao controle de medicamentos e consultas. “Faremos tudo isso por meio do cartão ESUS que hoje atende cerca de 57 milhões de brasileiros”, complementa.

A segunda prioridade do Ministério segundo Barros é a promoção e prevenção à saúde que passam pela exigência de que a indústria de alimentos reduza  14,8 milhões de toneladas de sódio nos alimentos processados e a melhoria na rotulagem dos alimentos. A outra medida é a orientação para nutrição na infância, começando por escolas e creches.

Demanda dos municípios

Entre as principais reclamações feitas pelos representantes dos municípios ao ministro Ricardo Barros  foram a judicialização da saúde que onera os municípios e entrava muitos processos e a necessidade de repasse de uma fatia maior do governo federal para os municípios que deveriam arcar com até 25% do custos com a as saúde e hoje acabam arcando com mais de 30% enquanto o governo federal deveria ficar com cerca de 50% desse custo e acaba ficando com 40%. Outra reclamação foi quanto às cirurgias eletivas e o repasse para os hospitais públicos e filantrópicos. O ministro argumentou que o governo tomou medidas de economia e corte de gastos para que a saúde pudesse ser beneficiada com um repasse maior aos estados e municípios e que todos devem ser tratados de forma igual.

O prefeito Gottardi destaca que a reunião com o ministro foi produtiva e confia que da forma como o Ministério está sendo conduzido, os municípios catarinenses possam ser beneficiados com a melhoria na saúde, principalmente na preventiva. Gottardi também elogiou o empenho do novo secretário do Estado da Saúde Vicente Caropreso que tem como compromisso fazer uma gestão mais eficiente da saúde em SC.

Fecam

Ainda na Capital do Estado, o prefeito Gottardi participa no período da tarde da Assembleia Geral da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) que elegerá o Conselho Executivo e Fiscal da entidade para a gestão 2017/2018. A eleição acontece no auditório da Associação de Municípios da Região da Grande Florianópolis e deve eleger a chapa única liderada pela prefeita reeleita de São José, Adeliana Dal Pont. A posse será realizada na sequência, no mesmo local.

 

Áurea J. Arendartchuk

Pin It