Defesa Civil de Santa Catarina começa a cadastrar CEPs para envio de alertas por SMS

sms_defesa_civil_20170201_1174013079

Com o objetivo de proteger a população das situações provocadas por catástrofes naturais, a Defesa Civil de Santa Catarina vai inovar no sistema de prevenção. A partir desta quarta-feira, 1º de fevereiro, moradores de 20 cidades catarinenses podem se cadastrar em um projeto piloto para recebimento de alerta de desastres ou emergências através de SMS. A iniciativa é coordenada pela Defesa Civil de Santa Catarina, o Centro Nacional de Desastres, Anatel e operadoras de telefonia móvel.

O serviço de alerta começa, efetivamente, no dia 7 de fevereiro. O período de duração desta fase é de 120 dias nos 20 municípios. Depois, com a experiência adquirida nos testes, os alertas serão enviados para todos os municípios catarinenses.

Como participar

As pessoas que residem em um dos municípios (confira lista abaixo) receberão uma mensagem de cadastramento do telefone 40199. Ao recebê-la, o morador deverá responder informando o número do CEP que deseja ser monitorado. “O número passa a fazer parte de uma base nacional de telefones que receberão os alertas de emergência. O serviço é gratuito”, explica o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli.

Independentemente de receber ou não a mensagem, os moradores dos municípios selecionados podem participar. Para incluir um CEP, o usuário deverá enviar o número do CEP com oito dígitos, com ou sem hífen, com ou sem ponto para o número 40199. Serão cadastrados na base de dados apenas os CEPs das regiões habilitadas.

O objetivo é informar a população sobre situações iminentes de desastres, emergências e estado de Calamidade Pública através de mensagens de texto.

A lista dos municípios

A seleção dos 20 municípios foi feita pela Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina.  A equipe levou em consideração alguns critérios apontados pela Anatel, sendo que o número total da população dos 20 municípios deveria fechar em 500 mil habitantes. Também foram levados em conta os municípios com pouca ou nenhuma estrutura de Defesa Civil e a tipologia de eventos climáticos.

Nesse primeiro momento, para a fase de testes, o serviço será habilitado nos seguintes municípios:

Araquari,
Araranguá,
Arvoredo,
Balneário Rincão,
Barra Velha,
Caçador,
Herval D’Oeste,
Ilhota,
Itapiranga,
Maravilha,
Mirim Doce,
Pedras Grandes,
Ponte Alta do Norte,
Ponte Serrada,
Rio do Sul,
Rio dos Cedros,
São Carlos,
São João Batista,
Três Barras,
Urubici
Francieli Dalpiaz 

Pin It