Corupá: Prefeito Gottardi avalia 100 dias de governo

prefeito João Gottardi -

Passados 100 dias à frente da Prefeitura de Corupá, o prefeito João Carlos Gottardi avalia os primeiros meses de governo como positivos, destacando que foram realizados projetos e obras em todos os segmentos da administração. Entre os destaques estão as áreas de:

Educação

Desde janeiro, a gestão de Gottardi incrementou em 550 alunos a rede regular de ensino com a municipalização da Escola São José que seria fechada pelo governo do Estado. Além disso, com o levantamento das salas disponíveis e das vagas ocupadas nas creches, feito pela Secretaria de Educação e Cultura, foram ampliadas em 90 o número de vagas em Centros de Educação Infantil (CEIs) no município que contava com uma fila de espera de 135 crianças desde 2015. Isso fez com que a rede municipal passasse de cerca de 1.700 para cerca de 2.400 crianças e adolescentes matriculados.

Saúde e Social

Na área da saúde a administração municipal pretende reduzir significativamente a demanda por consultas médicas com especialistas e cirurgias, que hoje passa de 800 pessoas. E para que isso ocorra já começaram as tratativas para oficializar o convênio com o Hospital do Rocio, em Campo Largo (PR), unidade referência no Brasil em diversas especialidades e que permitirá o atendimento de mais pacientes que precisam e tratamento especializado. Para ampliar o atendimento nos postos também foram contratados desde o começo do ano, novos profissionais na área da saúde dentre estes duas enfermeiras, dois médicos, um biólogo e ampliado o horário do dentista.

Ainda na saúde, o prefeito Gottardi garantiu repasse de R$ 750 mil por meio de emenda parlamentar do deputado Espiridião Amim para a construção de um  novo posto de saúde no bairro João Tozini. O recurso deve ser repassado ao governo estadual e para agilizar a construção do posto que teve o projeto constituído pela Amvali. A Prefeitura de Corupá já protocolou o projeto da unidade na Secretaria de Estado da Saúde, administrada pelo médico jaraguaense Vicente Caropreso e a expectativa é de a unidade comece a ser construída até o fim do ano.

Na área social, a administração municipal assinou contrato com a Caixa para a pavimentação das ruas da Coab de Corupá que ainda estavam sem asfalto. Com essa obra, a Prefeitura poderá colocar em prática o plano para construção de mais 42 casas na mesma Coab.

 

Turismo

Em apenas pouco mais de três meses a equipe do prefeito João Gottardi trabalha na construção do Plano Municipal de Turismo que valorizar e alavancar este importante segmento da economia corupaense. A ideia é organizar e elencar os potenciais turísticos que vão desde a tradicional Rota das Cachoeiras, Seminário, a prática de esportes e de contato com a natureza dentre estes o cicloturismo aliando ao calendário de eventos da cidade como  encontro de jipeiros em maio, Bananalama – maior encontro de trilheiros do mundo que acontece em julho, assim como o beneficiamento da banana para atrair os turistas e incentivar a criação de novas empresas e empregos nesta área.

E o turismo vai além dos limites de Corupá, integrado ao Consórcio Quiriri formado também pelos municípios de São Bento do Sul, Rio Negrinho, Campo Alegre e a Amvali que congregra Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Schroeder, São João do Itaperiú, Barra Velha está ocorrendo um engajamento para a constituição do Plano Regional de Turismo que deve potencializar esta área de forma mais ampla.

Infraestrutura e Planejamento

Entre as obras que foram iniciadas pela gestão municipal em Corupá de janeiro até abril estão a começo da construção da Ponte que liga o Centro aos bairros Ano Bom e Itapocu, no lugar onde a passagem antiga chamada de Ponte Baixa foi levada pela enxurrada de 2008. O valor da obra é de cerca de R$ 500 mil.

Também foi iniciada a pavimentação da Rua Padre Gabriel Rux que dá acesso a um dos belos cartões postais de Corupá, o Seminário Sagrado Coração de Jesus. Além dessas duas obras, foi assinado esta semana contrato com a empresa vencedora de licitação para a pavimentação de seis ruas da cidade.

O prefeito Gottardi destaca ainda o empenho da Secretaria de Infraestrutura para a manutenção das estradas e pontes do interior que servem para escoamento da produção de banana e plantas ornamentais do município. Apesar da chuva recorrente do último mês, o trabalho de manutenção é constante.

Na área de planejamento, a prioridade da gestão municipal foi a agilização na avaliação de projetos para a liberação de novos empreendimentos na cidade.

Cultura

Nestes primeiros meses, a área cultural também teve atenção especial com a programação de aniversário da cidade que completa 120 anos.  Desde janeiro até dezembro estão sendo realizados e organizados eventos direcionados ao aniversário da cidade e com o envolvimento da população. Um destes foi o lançamento da logo comemorativa dos 120 anos de Corupá em janeiro, a 1ª Hansa Osterfest – Páscoa em Corupá, e ainda a organização de eventos como programação de aniversário a ser realizada na semana do dia 7 de julho, além do apoio para os eventos culturais até dezembro.

 

Agricultura

Na área da agricultura, o prefeito Gottardi destaca o apoio para realização da Fecaplant (Feira Catarinense de Plantas Ornamentais) que ocorre em junho, que também está ocorrendo por meio de encaminhamentos ao governo estadual em Florianópolis. Além disso, também já foram protocolados pedidos aos deputados e ao governo do Estado para o destino de recursos para ampliar o maquinário do setor da agricultura.

Outra iniciativa importante nestes primeiros meses da gestão municipal foi a retomada do Programa “Porteira Adentro” em que por meio de parceria, a Prefeitura presta atendimento direto aos produtores com o fornecimento de maquinário e em que o produtor paga uma parte e a Secretaria de Desenvolvimento Rural custeia a outra parte em contrapartida para baratear os custos aos agricultores.

Também houve o aperfeiçoamento de servidores para a emissão da nota fiscal que é 100% eletrônica em Corupá. E Ainda sobre a nota fiscal, a gestão municipal criou um meio alternativo para facilitar a emissão da nota em caso de queda temporária do sistema e que foi avalizado pela Secretaria do Estado da Fazenda.

Orçamento

Com orçamento anual da Prefeitura em R$ 40 milhões, a alternativa é economizar sempre, e segundo prefeito Gottardi, para alcançar esse propósito desde que assumiu a gestão busca, junto com a equipe, alternativas para evitar desperdícios. Para isso, desde janeiro foi organizado o setor de compras, melhorado o controle do almoxarifado e estão sendo adotados procedimentos internos por meio da Controladoria. Quando assumiu, a Prefeitura tinha uma dívida de R$ 7 milhões, mas o prefeito acredita que com boa organização o município pode investir sem ampliar sua dívida.

Outra alternativa para garantir recursos para o município é a busca destes junto dos governos estadual e federal. Para o prefeito Gottardi, estas duas esferas de governo podem auxiliar o município por meio do repasse de recursos para projetos essenciais, além de solicitar o apoio dos deputados e senadores catarinenses.

 

Áurea J. Arendartchuk

Pin It