Allo, do Google, usa inteligência artificial em chat para barrar WhatsApp

Se você não aguenta mais responder mensagens pelo WhatsApp, Messenger, Telegram e Snapchat, vai ter de arranjar assunto. O Google libera seu aplicativo de bate-papo Allo para download nesta quarta-feira (21). Ele tem versões para Android (Google) e iOS (Apple).

Com o app, a empresa lança um serviço para concorrer com os chats de Facebook e Apple. Por isso, o Allo faz tudo que os outros já fazem: manda vídeos, mensagens de voz e imagens. O trunfo do Google é levar para as conversas um sistema de inteligência artificial que interage com humanos, o chamado “chatbot”. Com ele, é possível fazer pesquisas na internet e até executar tarefas no smartphone sem abandonar a janela do app.

Usar o Allo é como conversar ao mesmo tempo que outra pessoa fica à espreita, pronta para participar também. Só que essa pessoa é o Google.Toda vez que se escreve uma mensagem iniciada por @google, o Google Assistant é acionado .

Ele sugere respostas automáticas, responde perguntas e traduz textos em outros idiomas. Também dá para buscar fotos, vídeos e informações na internet. Além disso, ele pode procurar pela melhor rota para chegar a um determinado endereço ou mostrar bares e restaurantes de um bairro.

Para participar da conversa, o Google usa algumas de suas ferramentas já existentes, como a Pesquisa, o Maps e o YouTube. Essa é uma tentativa do Google de fazer seus serviços entrarem cada vez mais na conversa das pessoas sem que elas percebam.

Além disso, dá para pedir pro assistente dar uma mãozinha em outras atividades fora da conversa. Ele avisa, por exemplo, se vai chover ou fazer Sol amanhã e até manda as últimas notícias.

Outro dos recursos é o bate-papo anônimo, em que os participantes escolhem por quanto tempo as mensagens ficarão disponíveis (de 5 segundos a 1 semana). Essa opção também tem notificações particulares e sigilo por criptografia.

Tela de bate-papo do Google Allo, novo app de mensagens (Foto: Divulgação/Google)Tela de bate-papo do Google Allo, novo app de
mensagens (Foto: Divulgação/Google)

Versão brasileira? Ainda não
Por enquanto, o Allo responde com maior desembaraço se o idioma escolhido for o inglês. “Desculpa, eu ainda estou aprendendo português”, responde o aplicativo, quando não entende bem uma mensagem em nosso idioma. Mas nem por isso deixa de ajudar: “Por ora, posso fazer uma busca no Google para você”. A empresa promete acrescentar suporte ao português em breve.

Outra novidade que chega até o fim do ano é a conversão das mensagens para SMS para quem não tem o app.

Com a chegada do Allo, o Google passa a ter três aplicativos de mensagem – Duo e Hangouts são os outros dois. Só que o novo lançamento é a aposta da empresa para peitar a guinada de Apple e Facebook rumo aos “chatbots”. Essa é uma tendência no mundo da tecnologia capitaneada pelas grandes empresas, que perceberam a redução da atenção dos usuários por novos aplicativos.

Só que a estratégia do Google é diferente das rivais. As concorrentes abriram seus sistemas para desenvolvedores criarem cada um seu próprio “chatbot”, todos com funções muito específicas. Ou seja, um “bot” que sugere músicas dificilmente indica preços de passagens aéreas.

Última a entrar nessa onda, o Google criou um único robô com potencial de desempenhar sozinho as funções de cada um de seus vários serviços. Desse jeito, será difícil ficar só no dedinho de prosa.

G1

Pin It