Saiba como evitar prisão de ventre no verão

17166900

Caracterizado pela dificuldade de evacuar, fezes endurecidas, dores abdominais e excesso de gases, o problema costuma atingir mais as mulheres do que os homens.

Com a chegada das férias, a rotina é não ter rotina. Muitas famílias abandonam qualquer regra, seja com relação a horários ou até mesmo no que diz respeito ao que se come. O problema é que tirar o organismo dos hábitos cotidianos pode trazer uma série de desconfortos, como, por exemplo, a prisão de ventre.

Leia mais notícias de Bem-Estar

Caracterizado pela dificuldade de evacuar, fezes endurecidas, dores abdominais e excesso de gases, o problema costuma atingir mais as mulheres do que os homens. Segundo a endocrinologista do Hospital São Lucas da PUCRS Patrícia Santafé, isso pode ser explicado pelas diferenças hormonais entre os sexos que fazem, por exemplo, com que o metabolismo masculino seja mais acelerado do que o feminino.

Onze alimentos que hidratam o corpo

A principal forma de evitar a prisão de ventre é manter uma alimentação rica em fibras e com muita hidratação. Patrícia e a coordenadora do curso de nutrição da Feevale, Claudia Winter, dão algumas dicas que podem ajudar a aproveitar a tão esperada viagem de férias livre da constipação. Confira:

Durante toda a viagem

— Beba, no mínimo, dois litros de água por dia. O bom funcionamento do organismo depende de uma hidratação correta. Se você comer alimentos ricos em fibra mas não tomar a quantidade de água recomendada, pode ser ainda pior para o seu trânsito intestinal, pois o volume de fezes vai aumentar e elas vão ficar endurecidas.

— Sucos naturais de frutas e água de coco também são boas opções de hidratação. Mas priorize a água sem gás. Lembre-se que bebidas alcoólicas e refrigerantes não hidratam.

— Tente ir ao banheiro nos horários habituais. O intestino funciona como um relógio, e mudar essa rotina pode desregulá-lo.

— Durante almoços e jantares, priorize saladas verdes, arroz ou massas integrais e uma proteína leve (carne, frango ou peixe). Para uma melhor digestão, prefira a lentilha ao feijão.

— No café da manhã, opte por pães pretos, sucos naturais, frutas e iogurtes.

— Cuidado com o consumo de chás. Tomar laxantes em excesso como o sene, por exemplo, resseca a mucosa intestinal, provocando a perda de sensibilidade ao longo dos anos. Procure misturar chás de folhas com bebida à base de frutas.

— Faça um mix de frutas oleaginosas como noz, avelã, castanha e uva passa. São práticas de carregar e ricas em fibras.

Nos passeios mais longos

— Procure parar em algum lugar onde você possa comprar uma salada de frutas. A mistura oferece nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo.

— Opte por sanduíches com saladas e pouca maionese, pois seu alto teor de gordura é prejudicial para o funcionamento correto do intestino.

— Bolsas térmicas podem ser boas alternativas de acondicionamento de alguns alimentos durante um dia de passeio. Iogurtes e frutas picadas são exemplos saudáveis e fáceis de carregar. Mamão, laranja, pera, ameixa preta, abacaxi e morango são ricas em fibras e ajudam muito o trânsito intestinal.

— Consuma barras de cereal à base de granola. Evite as de chocolate, pois elas possuem baixa quantidade de fibras e alto teor de gordura.

Diário Catarinense.

Pin It