Exercícios de Kegel na gravidez: 4 movimentos caseiros que facilitam o parto

Fazer exercícios para o assoalho pélvico na gravidez promove diversos benefícios para a mulher, entre eles, está a facilitação do parto normal e o auxílio à recuperação no pós-parto.

Com o mesmo princípio da técnica do pompoarismo, os exercícios de Kegel trabalham os músculos do períneo, localizados na base da pelve, que são essenciais para a sustentação de órgãos e a expulsão do bebê

O que são exercícios para o assoalho pélvico

assoalho pelvico feminino 0117 400x800

Os exercícios de Kegel são movimentos voltados ao fortalecimento e controle do assoalho pélvico, que é um conjunto de músculos localizado na base da pelve, que tem como objetivo controlar a bexiga, o ânus, o útero, a vagina e a uretra.

Criada pelo médico estadunidense Arnold Henry Kegel na década de 40, a técnica promove melhorias para casos de incontinência urinária, incontinência fecal e bexiga caída, além de ajudar na gestação e na saúde sexual em geral.

Benefícios dos exercícios de Kegel na gravidez

Durante a gestação

barriga gravida ilustracao 116 400x700

Ótimos para fortalecer os músculos pélvicos, os exercícios de Kegel ajudam a gestante a controlar melhor o peso extra da barriga, evitando dores nas costas.

Eles também melhoram o controle fecal e urinário, que é alterado durante a gravidez devido às transformações hormonais e anatômicas deste período. “Os músculos do períneo controlam a saída de fezes e urina. São eles que usamos quando seguramos o xixi. Portanto, a musculatura fraca acaba facilitando o aparecimento de problemas como incontinência urinária e constipação, sendo ideal fortalecê-la”, explica a fisioterapeuta Laura Della Negra, especializada em reabilitação do assoalho pélvico.

Para o parto

parto bebe 0117 400x800

O parto é uma atividade física e, assim como qualquer outra, requer preparação. “Estudos indicam que o parto normal equivale a uma maratona, sendo essencial para a mulher aprender a controlar a região perineal a fim de conseguir ter seu filho mais facilmente”, explica a fisioterapeuta Laura Della Negra.

A fisioterapia pélvica ensina a mulher a fazer a força correta para descida do bebê, assim como o relaxamento após sua passagem.

De acordo com a especialista, a consciência ganhada pela mulher por meio dos exercícios de Kegel na gravidez ainda previne a necessidade da episiotomia, que é um corte realizado entra a vagina e o ânus para facilitar a saída do bebê.

Para o pós-parto

berco bebe mae 116 400x800

A recuperação da musculatura pélvica da mulher após o parto normal ou cesariana ocorre com mais facilidade com a prática da fisioterapia pélvica.

Com os músculos do assoalho pélvico fortalecidos, o risco de incontinência urinária depois do nascimento do bebê também é menor, assim como o aparecimento da bexiga caída. Essa condição é tecnicamente chamada de prolapso genital e caracterizada pela perda de sustentação do órgão, que sai do lugar correto.

Como fazer exercícios para o períneo

Assim como qualquer atividade física, os exercícios para grávidas para ajudar no parto devem ser realizados a partir do terceiro mês de gravidez e continuados até depois do parto.

Segundo Fernanda Pepicelli, ginecologista e obstetra da Clínica MedPrimus, o ideal é realizar a técnica com auxílio de um profissional especializado, que geralmente é fisioterapeuta.

Além dos exercícios sem acessórios, esses especialistas também poderão ensinar e conduzir o uso de instrumentos como o epi-no, como explica a ginecologista e obstetra Heloisa Brudniewski. “Semelhante a uma bexiga, esse objeto é insuflado dentro da vagina, o que já melhora a elasticidade do assoalho pélvico. Ainda com o acessório, a mulher deve fazer contrações para expulsá-lo ou aprender a relaxar o períneo para tolerá-lo lá dentro, simulando a saída do bebê”, esclarece a médica.

Exercícios de Kegel na gestação: 4 opções para fazer em casa

A fisioterapeuta Laura Della Negra, especializada em reabilitação do assoalho pélvico, ensina quatro opções de movimentos simples, para serem feitos em casa e sem o uso de acessórios.

Báscula

exercicio gravida 0217 400x800

Com as mãos, pés e joelhos apoiados no chão, faça o movimento de empinar o bumbum ao mesmo tempo em que relaxa o assoalho pélvico. Depois, contraia, como se quisesse colocar a cabeça na barriga, apertando os músculos internos. Faça 10 repetições. Depois de assimilar bem o movimento nesse posição, faça de pé ou sentada em uma bola suíça (aquelas grandes comuns em studios de pilates).

Movimento lateral

exercicio assoalho pelvico gravida 0217 400x800

Deite-se em uma superfície confortável, como colchonete ou cama, e apoie as pernas flexionadas e entreabertas no chão. Depois, empurre o pé direito para baixo ao mesmo tempo em que sobe a pelve direita, deixando a esquerda no chão. Depois, inverta o movimento empurrando o pé esquerdo e subindo a pelve do mesmo lado. Ao realizar o movimento, contraia todo o assoalho pélvico. Repita 10 vezes.

Oito

exercicio do assoalho pelvico gravida 0217 400x800

Sente-se confortavelmente em uma bola suíça e deixe os pés fixos no chão. Faça movimentos como o tracejado do número 8 com a pelve, de modo a empinar a pelve na movimentação de trás e contrair o assoalho pélvico na da frente. Faça 10 repetições.

Relógio

exercicio de kegel gravida 0217 400x800

Sente-se confortavelmente em uma bola suíça e deixe os pés bem apoiados no chão. Com a pelve, faça movimentos circulares no sentido horário, como se estivesse rebolando. Quando estiver com o quadril no lugar correspondente ao relógio às 3h até às 6h, contraia o assoalho pélvico, soltando o ar. Depois, relaxe o assoalho pélvico no resto do exercício. Repita tudo 10 vezes.

Fonte: Bolsa de Mulher.

Pin It