10 maneiras muito simples de demonstrar ao seu marido um pouco mais de amor

web3-married-couple-relationship-marriage-man-and-woman-valeria-schettino-cc

Lembro-me de uma cena antiga da série Grey’s Anatomy com um casal no Seattle Grace Hospital (o hospital onde a série de televisão acontece) e o garçom que os servia há mais de 30 anos em seu restaurante favorito.

O terraço do restaurante desabou no Dia dos Namorados, ferindo várias pessoas, inclusive eles. Enquanto o marido estava em uma cirurgia, se eu me lembro corretamente, o garçom tomou coragem e declarou seu amor (mantido em segredo por anos) para a mulher. Ele também confiou a ela o seu descontentamento com seu marido chato, que sempre pedia o jantar para ela sem consultá-la, e depois observou que muitas vezes eles jantavam em silêncio, comendo sem dizer uma palavra. Talvez fosse porque eles não tinham mais nada para dizer um ao outro? No episódio, os médicos ouviram a confissão do garçom e fizeram uma aposta de que a mulher ia deixar o marido e ficar com o garçom.

No final do episódio, a mulher diz a Meredith, um dos personagens principais, “fiz uma escolha há muitos anos, uma promessa. Eu casei com meu marido, o homem que eu amo. Fico feliz que ele peça meu jantar, porque ele conhece meus gostos, ele sabe o que eu gosto, e às vezes ele está em silêncio na mesa sem ter o que falar, e é tão relaxante”.

Muitas vezes, o que parece chato em um casamento é realmente bastante íntimo, reconfortante e cheio de beleza e profundo conhecimento. Você não acha?

Muitas vezes, nós, esposas, repreendemos nosso marido pelo quadro que ele não pendurou na parede e pelas roupas que deixou na cama, ou porque “houve uma vez que uma vela se iluminou para criar uma atmosfera romântica” e “por causa de você, sempre ficamos em casa” ou “este lugar não é ruim, mas o ar condicionado é muito forte e você deve saber que estou com dor de cabeça” e mil outras queixas. Vamos mudar as coisas um pouco!

Hoje, ao invés de reclamar do nosso marido, que nem sempre é perfeito, pensemos em coisas que podemos ter em mente para tornar nosso relacionamento ainda melhor. E se o próprio Senhor nos deu um marido, você não acha que há um motivo para isso? É nossa maneira de nos tornar santos e vice-versa.

Confira as 10 sugestões abaixo sobre como melhorar sua vida como um casal. (E, depois, confira essa oração para as famílias que o Papa João Paulo II compôs no Sínodo Episcopal de 1980 sobre a Família Cristã.)

Cumprimente-o

Considere este cenário: seu marido chega em casa um pouco tarde. Ele fecha a porta e diz enquanto sorri: “Finalmente encontrei a cor certa para pintar a grade. Fui a três lojas! Você quer ver?”, e, em vez de recompensar seu compromisso e iniciativa lhe dando um beijo e olhando a nova cor, o que você faz? Critica o atraso. De agora em diante: abaixo as críticas, vida longa aos cumprimentos! Um elogio por dia faz a luta desaparecer.

Reconheça seus pontos positivos

Se o seu marido faz algo de bom – como reservar as suas férias a tempo, regar o jardim, lavar a louça, retirar o lixo, organizar as gavetas etc. – diga obrigada! E reconheça seus pontos positivos, seus talentos únicos e muito especiais, os que o Pai lhe deu, e isso faz do seu marido um prodígio. E lembre-se que Deus o confiou a você!

Rezem juntos

Às vezes, estamos tão preocupados em ser a família cristã perfeita que fazemos da oração da família ou da missa do domingo uma obrigação, ao invés de um encontro pessoal com Cristo. E então ficamos chateados, discutimos e queremos examinar tudo: “Por que eu sempre tenho que te pedir para orar comigo?”, “Você acha que eu gosto de ir à igreja no domingo?”. E quando ele diz uma oração, sempre somos rápidos em corrigi-lo como um professor de catecismo, e de repente nos tornamos profundos teólogos. Podemos e devemos às vezes ficar em silêncio e respeitar os tempos e maneiras que o nosso marido escolhe rezar! Podemos e devemos orar por ele, sozinhos e no silêncio do nosso coração, ou mesmo quando fazemos o trabalho doméstico ou preparamos o jantar. Segundo ponto: deixe de acreditar que somos bons cristãos. Nossos maridos muitas vezes mostram mais fé do que nós em suas ações.

Aceite que as coisas não serão perfeitas

Você preparou um jantar especial e enviou seus filhos para a casa dos avós. Você espera e quando ouve o som das chaves na porta, seu coração bate como o fez em seu primeiro encontro. Mas ele chega em casa cansado e nervoso. Ele teve um dia ruim e não está com vontade de um jantar íntimo. Não o atormente com intermináveis perguntas como “O que você fez?” e “O que aconteceu?”. Apenas fique calma. Não tente forçá-lo a prestar atenção no seu plano e não demonstre sua decepção com a situação. Apenas fique perto dele, em silêncio, e comece a servir o jantar… Pode não funcionar perfeitamente de acordo com seus planos, mas serão vocês dois.

Escute-o

Talvez você esteja certa nesta discussão em particular, mas se você não o deixar falar, você se tornará a bruxa, um pesadelo, a esposa que reclama. Então, respire, recite uma pequena oração e o escute. A discussão mudará imediatamente. Coragem!

Peça perdão

Se você fez algo errado, se você agiu desagradavelmente ou pior… peça desculpas. Pode escrever uma mensagem de desculpas e pendurar na geladeira da cozinha, ou enviar um texto. Mas é uma coisa muito diferente dizê-lo olhando-o nos olhos: “Perdoe-me, eu estava insuportável”. Se nós não fazemos isso, então, como podemos esperar que eles façam o mesmo com a gente?

Afaste os telefones

Você não pode ouvi-lo falar sobre o seu dia se seu celular estiver constantemente vibrando ou tocando. “Desculpe-me, são as mensagens”, “Desculpe, são e-mails de trabalho”, “Aguarde um segundo, o grupo está definindo algo”. Não. Basta. Afaste os telefones. Se você não quiser desligá-los, pelo menos, deixe-os na outra sala. Desligar é bom para o seu casamento e também para você.

Beijem-se mais

Redescubra a beleza do beijo! De manhã, quando vocês acordam, à noite, quando vocês estão em casa, enquanto veem TV juntos. Não se preocupe se perdeu algumas partes do filme. Quando você namorava, você pagava apenas para beijá-lo no escurinho do cinema. Beije-o!

Reclame menos

Muitas vezes meu marido me diz que eu não pareço feliz. Eu respondo com algo como, “Por que você pensaria isso?”. Mas eu sei por que e eu sei que ele está certo. É porque me queixo. Recentemente o papa colocou um comunicado na porta de seu quarto em sua residência do Vaticano. O comunicado diz:

Proibido reclamar. Os transgressores estão sujeitos a uma síndrome de vitimismo com a consequente diminuição de tom do humor e da capacidade para resolver os problemas. A punição será duplicada se cometida na presença de crianças. Para se obter o melhor de si mesmo, deve-se concentrar nas próprias potencialidades e não nos próprios limites, portanto: Pare de se queixar e aja para tornar a sua vida melhor.

Seja grata pelo momento presente

Isto é o que temos hoje, e é bom. Vamos aproveitar! Mas às vezes ficamos tão apanhados nos “se”… se tivéssemos mais tempo, mais dinheiro, se pudéssemos sair de férias como nossos amigos… Em momentos como esses, a frase “Quem se importa?” é exatamente o que precisamos. Vamos redescobrir nosso senso de gratidão, e que tudo o que temos é imenso, lindo! Agradeça pelo seu marido que trabalha duro, pelos seus filhos que brincam na sala de estar, pelo amigo que te visitou. Vamos parar de nos preocupar com o futuro. Vamos deixar de ser invejosos pelo que pensamos que não temos. Se queremos possuir coisas, sempre nos sentiremos pobres, mas se quisermos amar e recebermos boas-vindas, sempre nos sentiremos ricos.

Por Aleteia.

Pin It