Futebol: Juventus perde mais uma e flerta com a Segunda Divisão

23MAR14-11a-l-Futebol-l-Campeonato-Catarinense-l-Juventus-x-Marcílio-Dias-©-Henrique-Porto-Agência-Avante

Que a semana foi tumultuada no Juventus, isso não é novidade para ninguém. Teve técnico pedindo demissão, atendendo pedido para ficar e depois acabando demitido. Apesar dos atletas afirmarem que a polêmica de bastidor não afetaria o desempenho do grupo em campo, a derrota para o Marcílio Dias na tarde deste domingo (23), por 2 a 1, deixou o torcedor com ‘a pulga atrás da orelha’ e o Moleque Travesso na zona de rebaixamento.

Com o ex-zagueiro Acássio da Rocha como técnico interino, o Juventus entrou em campo com uma escalação inédita e ofensiva, com Maurício; Sebá, Wesley, Lucas Staudt e Crasso; Neto, Rafael Carioca, Moscatelli e Dhiego André; Jabá e Esquerda. O Marinheiro, de Guilherme Macuglia, alinhou com Rodolpho, André Luiz, Diego Bispo, Toninho e Marcio Careca; Serginho, Carlinhos Santos e Léo Franco; Tauã, Anderson Lopes e Schwenck.

Os visitantes precisaram de apenas 25 segundos para pularem na frente. Após ‘tabela’ em velocidade com o zagueiro Wesley, Anderson Lopes apareceu na cara de Mauricio e fuzilou cruzado, para abrir o placar. O gol assustou o Juventus, que só encaixou seu jogo na metade da etapa inicial, chegando a colocar uma bola na trave, com Sebá.

O segundo tempo foi de um Moleque correndo atrás de um empate e um Marinheiro só saindo ‘na boa’. E numa dessas investidas, aos 33’, Harison fez 2 a 0 e sacramentou a vitória dos visitantes. O Juventus até descontou com Jabá, aos 42’, cobrando penalidade, mas era tarde demais para qualquer reação.

“É uma turbulência muito grande fora de campo. Parece que influencia dentro de campo. É complicado, mas não é desculpa. Têm muitas coisas acontecendo e a gente fica triste. Eu nunca caí para a Segunda Divisão e, se isso acontecer, minha carreira vai por água abaixo. Tenho planos para ela”, lamentou o atacante Jabá.

“Jogando dentro de casa a gente tinha que sair com um resultado positivo. Mas não tem nada definido ainda”, lamentou o atacante William. “Não e hora de lamentar. É hora de recuperar os jogadores e correr atrás de um resultado positivo em Ibirama”, afirmou o técnico interino Acássio.

Com o resultado, o Juventus estacionou nos 7 pontos, a oito de permanecer na elite. Para isso, terá pela frente quatro compromissos, sendo dois em casa e dois fora. A partida deste domingo foi acompanhada pelo técnico Celso Teixeira, que assume o clube nesta segunda-feira (24), em uma situação que começa a ficar delicada.

Sem dar moleza para o elenco, Teixeira já marcou o treino regenerativo para às 8h30. Na quarta, o Moleque encara o Atlético-IB, em Ibirama, às 20h30, em jogo de vida ou morte para as duas equipes. Neste confronto, o novo comandante juventino não poderá contar com o atacante Jabá, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, mas terá os retornos do zagueiro Sandro Müller e do atacante Paulinho Souza.

Avante Esportes.

Pin It