Para azar da Globo, Record estuda adiar último capítulo de “Os Dez Mandamentos”

Os-Dez-Mandamentos

No que depender da Record, “Os Dez Mandamentos” continuará humilhando a Globo por mais alguns dias além do previsto – na terça-feira (10), a trama bateu recorde de audiência com 28 pontos de média e 31 de pico.

O canal de Edir Macedo estuda a possibilidade de adiar a exibição do derradeiro capítulo da novela, que nas últimas semanas vem dispondo de um tempo de arte menor, entre 20 e 30 minutos. Essa contabilidade é feita descontando os intervalos comerciais, a abertura, as cenas do episódio anterior e as do capítulo seguinte, que servem para enrolar o público e aumentar o mau humor de William Bonner.

Na próxima semana, quando a emissora põe “Rei Davi” no ar pela terceira vez em menos de três anos, as sagas de Moisés (Guilherme Winter) e do algoz de Golias ocuparão boa parte do horário nobre da rede.

A minissérie será exibida entre 20h25 e 20h50, entregando o horário para “Os Dez Mandamentos”, que, para a insônia dos executivos da Globo, se estenderá até às 22h. Na quinta-feira (19), devido à propaganda partidária obrigatória, “Rei Davi” entrará às 20h40 e a narrativa do faraó Ramsés (Sergio Marone) ficará no vídeo das 21h às 22h15.

O estica e puxa alterará os horários do “Jornal da Record”, “Xuxa Meneghel”, “Repórter Record Investigação”, “A Fazenda”, “Troca de Família”, “Batalha dos Confeiteiros”, “Câmera Record” e “Super Tela”, que terão as suas entradas atrasadas entre 20 e até 30 minutos.

Com a estratégia, o canal trabalha com duas hipóteses: manter o folhetim em cartaz até a segunda-feira (23) ou espichá-lo até a terça (24), com uma reprise na quarta (25).

Procurada pelo RD1 ao longo da semana, a Record desconversou sobre o assunto e adotou um discurso vago, recorrendo a termos imprecisos para responder aos contatos.

A NOVELA QUE NUNCA ACABA

Conforme informou o RD1, a Record vai aproveitar o sucesso de “Os Dez Mandamentos” até o último minuto. Após o fim da trama, a emissora, como dito, apostará em reprises de minisséries – “Rei Davi” será substituída por “José do Egito”. Na sequência, porém, nada de “Sansão e Dalila”, “A História de Ester” e “Milagres de Jesus”, como inicialmente planejado. O enredo dos hebreus voltará à TV.

A rede da Barra Funda prepara uma “segunda temporada” da novela para março. Em vez de “A Terra Prometida” contar com um prólogo de 20 capítulos para fazer a transição entre as duas histórias, a continuação de “Os Dez Mandamentos” irá dispor de cerca de 60 episódios e de boa parte do atual elenco. Só depois disso, em meados de junho, Josué entrará em cena.

RD1

Pin It