Com desistência de Geraldo Luís, Record engaveta ideia de programa noturno

geraldo-luis-620x348

A Record fechou questão: mediante a recusa de Geraldo Luís, o tão alardeado projeto de um único programa para as noites de segunda a sexta-feira não vai mais sair do papel. A informação é do colunista Flávio Ricco.

Desde o início, o objetivo da emissora era a escalação de um nome tão popular e carismático quanto Ratinho, que fosse capaz de fazer frente ao apresentador do SBT. Acreditava-se que, se espelhando na estratégia da concorrente, os resultados poderiam ser melhores, já que uma única atração poderia fidelizar público.

Contra a viabilização deste projeto, uma série de percalços se impuseram: foram semanas de uma disputa de forças com Geraldo Luís nos bastidores. O conflito, que deveria ficar restrito às salas de reuniões, foi exposto por diversos colunistas.

Embora ele tenha alardeado que não aceitaria esta missão – no salão do Jassa, chegou a ouvir conselhos de Carlos Alberto de Nóbrega -, a emissora insistia em pressioná-lo. Até que Geraldo Luís ameaçou romper o contrato: só então a Record recuou.

Em paralelo a isso, uma equipe de produção chegou a ser montada para formatar a atração. O canal chegou a batizá-la como “Show da Noite”, mas depois descobriu que não poderia usar o título, cujo registro pertence à Globo.

Nesta terça-feira (22), surgiram notícias de que profissionais da concorrência foram assediados, mas as negociações não avançaram, muito por conta de incompatibilidade financeira. Houve também o suposto convite para Gilberto Barros. Bastante irritado, Leão desmentiu a sondagem por meio de um vídeo em seu canal no YouTube.

Quem certamente se entristece com esse arquivamento são os artistas da própria Record que estavam de olho nessa vaga. Luiz Bacci, Sérgio Marone e Marcelo Rezende – além de Adriane Galisteu – permanecem no aguardo de uma próxima oportunidade: não será desta vez que eles terão um programa para chamar de seu.

RD1

Pin It